13 de jul de 2014

SUPER GTS – Nissan GT-R quebra monopólio da Honda em corrida histórica em Spa pela GT500


Foi realizado no dia 12/07, às 21h30 do horário de Brasília, a penúltima corrida válida para o 2014 SUPER GTS, Round6, em Spa. Conhecido sob o nome oficial de "SPA GT 150km". Os vencedores de cada classe foram respectivamente Otto Wilson, na GT500 (#99 TOTALSPORT NISMO GT-R) e Lucas Furlan, na GT300 (#5 FURLAN POWER IS350).

A GT500 viveu uma das corridas mais turbulentas de sua história na SUPER GTS. A largada começou precisa, de uma forma que Gabriel Vieira (#27 Scallop SteelSeries HSV-010) não conseguiu ver um de seus rivais, Otto Wilson (#99 TOTALSPORT NISMO GT-R), ocasionando uma batida logo no grid. Gilberto Junior (#9 NoBreaks Z) largou à frente de Jiffy Betha (#28 JiffySpeed NISSAN Z), o que não era previsto acontecer. Apesar disso, a largada ocorreu normalmente entre os pilotos.

Logo na primeira volta houve diversas trocas de posições – Gabriel conseguiu manter o primeiro lugar até ser superado por Junior Tavares (#82 LOVERZITO POWER HSV-010) nas curvas. Entre eles, estavam Otto e Nick Nagano (#3 NAG-R HSV-010). Uma combinação difícil pelo 4-battle for 1st. Otto se saiu melhor logo depois e levou junto o #27 Scallop HSV-010, mas como Otto não via Gabriel na pista, teve que apelar pelo "totó", presenciado por Nick Nagano enquanto esteve na terceira colocação.

Na volta 5, Gabriel deu adeus à disputa pelo primeiro lugar e despencou para a quarta posição, acabando com a belíssima briga pelo primeiro lugar, deixando este cargo para um GT-R contra dois HSV-010. As voltas completamente equilibradas foram cruciais para os três rivais estarem juntos na disputa pelo topo, mesmo que isso causasse toques involuntários, como se fosse uma falta não marcada (essa Copa que não sai da cabeça...).


Um dos momentos mais quentes na metade da prova, foi a divisão de posição entre Nagano vs. Otto vs. Junior, que acabou resultando num "sanduíche de GT-R com pão da Honda". Otto, neste momento, estava preparando seu carro para os boxes, mas que foi bloqueado (involuntariamente) por Nagano no momento da ultrapassagem. A dupla de HSV parou logo na volta seguinte, com o #82 LOVERZITO POWER HSV-010 se saindo melhor. Entretanto, Otto conseguiu recuperar o primeiro lugar de seu #99 TOTALSPORT NISMO GT-R com uma boa vantagem.

Não deu outra, os HSV-010 conseguiram se aproximar do único GT-R apto a disputar pela vitória na corrida, logo no anoitecer de Spa-Francorchamps. JR com o #82 conseguiu uma boa margem e ficou com a primeira posição, enquanto Otto, despencando, teve que aturar Nick Nagano, do #3 NAG-R, líder do campeonato, na esperança de "ajudar" JR na aproximação da disputa pelo título (que no momento ia à 10 pontos, contra 6 de Nick), mas que acabou em desastre total para o HSV militar – na última volta, na Courbe Paul Frere, Junior teve o seu pior momento no campeonato, quando o tanque de seu HSV-010 acabou esvaziando, entregando o primeiro lugar para Nick Nagano e Otto Wilson, que vinham como predadores em busca da... preza: a vitória disputada na última curva.


De forma incomum, Nick Nagano se saiu na frente com seu #3 NAG-R HSV-010, mas ao invés de defender a posição por dentro da chicane, preferiu espalhar e assim Otto conseguiu o side by side ali. Os dois carros perderam aderência na arrancada e quem se deu mal nesta foi Nick Nagano, que perdeu o primeiro lugar por apenas 457 milésimos. A distância do primeiro para o segundo lugar mais curta de um campeonato na GTS!

Classe GT500
Primeiro lugar
#99 TOTALSPORT NISMO GT-R / Otto Wilson
"Corrida incrível!!! Depois da frustração de Le Mans eu finalmente consegui minha primeira vitoria em uma corrida oficial, tomei a ponta logo na primeira curva e fui segurando enquanto deu. Teve bastante troca de posição e um erro meu fez com que o Junior conseguisse se distanciar bem, então fiquei tentando segurar a segunda posição até o final, mas foi difícil... Eu e o Nagano trocamos posição varias vezes, até que no final eu consegui distancia, mas o Junior ficou sem combustível (sorte) e acabou me atrapalhando (azar), aí, Zé (Nagano) chegou... Ficou lado a lado, tudo se decidiu na chicane. Foi muito boa a corrida, agradeço muito galera!"

Segundo lugar
#3 NAG-R HSV-010 / Nick Nagano
"Adrenalina do início ao fim. Nunca vi uma disputa por primeira posição tão acirrada assim antes. Me preparei o suficiente pra essa corrida e estou até que satisfeito com o resultado final. O Junior sumiu na segunda parte da prova, quando trocamos os pneus ao mesmo tempo. Estou desacreditado até agora pelo que acotneceu na última volta... Nunca que eu esperava que aquilo acontecesse. Uma pena o que aconteceu com ele (JR), mas sinceramente, o "cara" dessa corrida é o Otto, que conseguiu pressionar todo mundo da 1st e com o incidente do JR, acabou liderando... Bem, eu estava na cola dele e disputamos side by side até a chicane. Descontrolmaos o carro, mas quem se saiu melhor foi ele. Essa pra mim é A corrida da GT500. Parabéns ao Otto não só pela vitória, como também pela performance na corrida. Estava na hora de um carro diferente ganhar aqui."

Terceiro lugar
#27 Scallop SteelSeries HSV-010 / Gabriel Vieira
"Apenas frustrado. Essa é definição para o que eu tenho dizer. Após o término da corrida, eu me pus seriamente aos prantos depois de toda disputa que tive nas primeiras voltas. Porém, dou os parabéns para o Otto e Lucas, não foge o mérito que tiveram. Ambos excelentes corredores! Espero não ter adversidades na etapa seguinte..."

CLASSIFICAÇÃO DOS PILOTOS
CLASSIFICAÇÃO DAS EQUIPES

Nenhum comentário:

Postar um comentário